Artigos, Terapias Integrativas, Xamanismo

Seja Bem Vinda PRIMAVERA! Sou os olhos da Águia e sigo pelo Caminho da Visionária!

tulipas_primaveraArtigo atualizado em 21 de setembro/ 2018

Povos de muitas culturas celebravam as transformações ocorridas na natureza através dos Festivais Solares. Direcionavam seus esforços para honrar e compreender o relacionamento da Terra com o Sol. Os Festivais Solares aconteciam em datas específicas, marcando os pontos intermediários entre os solstícios e os equinócios. Hoje, tendo em vista a aceleração energética e a verticalização do eixo planetário, essas datas podem ser variáveis pelo simples fato de vermos a antecipação do desabrochar das flores e seus inebriantes perfumes, a mudança da posição solar e a migração de pássaros que anunciam seus cantos na madrugada e ao nascer do sol.

Tanto os equinócios quanto os solstícios são excepcionalmente poderosos e servem a vários propósitos, sendo verdadeiros portais e catalisadores desta frequência energética de ascensão. Durante esses dias, podemos sentir maior energia e alegria, assim como toda vida que desabrocha na natureza. Podemos reservar um momento para meditação, yoga, oração ou para uma profunda revisão pessoal. Essas “Forças Verdadeiras” acessadas desde o princípio, através da história espiritual da Terra, são resgatadas através dos séculos e podemos sentir essa “atmosfera sagrada” atuando em muitos momentos, permeando nossos sentimentos e atitudes. 

Esses períodos são repletos de significado e carregados com múltiplas frequências energéticas que objetivam a evolução da humanidade e do planeta. O programa de ascensão planetária, disparado pelos solstícios e equinócios, são impulsos frequenciais necessários para completar e aperfeiçoar a grade cristalina, assim como aprimorar a transformação da Terra enquanto ela consolida a passagem da humanidade para uma consciência cada vez mais multidimensional.

Nos princípios do xamanismo – conhecimento herdado dos xamãs de várias partes do mundo – o Equinócio da Primavera é regido pela direção e o poder do espírito do Leste, representado pela Águia nos conhecimentos oriundos de nossos ancestrais mais longínquos. Representa a Iluminação que abre o olho espiritual: o Caminho do Visionário(a), trazendo discernimento e claridade. É o poder de um novo começo e uma nova vida, o despertar da Primavera através do voo da Águia após o sono do Inverno, representado pela hibernação do urso.

É um momento para acessar a força de vida, entrar em sintonia com a natureza e direcionar nossa atenção para movimentar novamente situações que estavam estagnadas em nosso caminho. Sobre a influência do espírito guardião do Leste vem a habilidade de ver mais adiante, claramente, como a Águia planando para ver de uma perspectiva mais ampla. Esta jornada fornece energia abundante, intensidade, vitalidade, persistência e coragem. Ajuda a ver o mundo com outros olhos quando se deseja abrir novas fontes de criatividade, tornar-se mais otimista, observador, apaixonado e determinado diante de escolhas a serem realizadas.

Vibrando nessa energia, muitas sementes plantadas no inverno nascem na primavera, e podem ser representadas por objetivos, projetos e sonhos nossos. Entre aquilo que nasce ou renasce, observamos nosso jeito de ser, nossa transformação interior ao longo de cada estação, aprendendo com a Vida que sempre nos convida à celebração! E com os olhos da Águia, voamos acima dos preconceitos, da escuridão, das regras e dos julgamentos do ego, observando do alto da consciência aquilo que nos serve e que nos eleva, e também aquilo que queremos deixar ir, soltar e nos desprender.

A Primavera nos traz o impulso da inspiração, da iluminação, da clareza e da sabedoria. No Caminho do Visionário(a), voamos para perceber que nossas vidas tem um propósito e aqui estamos por uma razão. Com os olhos da Águia do Leste, novamente buscamos olhar para o Todo que nos forma, a fim de alinharmos todas as partes de nós mesmos. Nos direcionamos para o horizonte, renascendo com o Sol que ilumina todas as manhãs da nossa existência e, dentro dessa elevada frequência dourada de energia solar, nos posicionamos em nosso centro de Luz, amor, sabedoria, força e fé. E nesse centro, tudo podemos naquilo que nos fortalece!

Nesta direção, adquirimos a clareza para levantarmos os véus que porventura ainda nos nublam e nos conectamos com a Origem: o Poder Divino que habita em nós e que criou o Universo. Quando a força do dia e a força da noite tornam-se iguais, a Primavera nos convida a integrar-nos conscientemente à Mãe Terra, renovando nossos ciclos de vida-morte-vida, nossos nascimentos e renascimentos! Ahow, a todos os irmão de alma!

Anúncios

Deixe um comentário com amor!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.