Artigos

O Fim dos Templos do Passado: O Despertar do Templo Interior

Godess_Transformation_cosmic

“Este tempo presente representa um chamado: o Feminino Sagrado de cada mulher está sendo convocado novamente a desabrochar.

Estamos sendo chamadas; ouvimos um chamado longínquo; estamos sendo convidadas pelas Ordens das Sacerdotisas das quais fizemos parte no passado para erigirmos, no agora, os nossos próprios templos, não mais os templos dedicados às deusas, mas sim os templos dedicados ao amor universal, fraternal, materno e essencial.

Estamos sendo chamadas por nossas consciências despertas, por tudo o que faz vibrar o íntimo do nosso Ser, do nosso coração; pelo que faz irradiar e expandir a luz de nossa alma, pelo que fortalece nossas raízes em comunhão à sabedoria ancestral que habita em nós para retomarmos o nosso poder: o poder do amor, o poder interior que advém do amor desperto em nosso coração, do nosso centro de força de Vida – nosso ventre – dos nossos dons, da nossa voz, das nossas habilidades natas e intrínsecas.

Estamos sendo convocadas a reunirmos grupos de mulheres para relembrarmos a chama do fogo sagrado que habita e sempre habitou em nós, mesmo que, em alguns momentos de nossa caminhada, esta chama tenha estado apagada, escassa, esquecida ou negada.

Através do canto, da música, da dança, das artes, da magia branca e da sororidade resgatamos a alegria de rodarmos nossas saias, a leveza de abrirmos nossas asas, a alegria da celebração em unirmos nossos sons e nossas raízes sagradas para construirmos um mundo mais solidário, mais justo e amoroso para todos os envolvidos em nosso campo existencial e criacional, independente de gênero, religião e raça porque somos todas iguais quando unimos nossos centros de amor e poder!

Estamos sendo impelidas por uma Força Maior. Esta é a força da vontade provinda do espaço do coração que nos impulsiona para frente, a fim de unirmo-nos a outras irmãs de alma, irmãs de jornada, e com elas dançarmos nossa dança, a dança da Vida ao redor do fogo sagrado gerado pela união e pela sacralidade das nossas kundalinis, dos nossos úteros férteis e fecundos pelo rubro elixir da Vida de nosso sangue, sintonizado aos registros de luz do nosso DNA.

Estamos sendo impulsionadas a relembrar conhecimentos esquecidos, sabedorias de outras vidas que foram sempre responsáveis por nos auxiliar a retomar os trilhos de nossa jornada quando distanciávamos do propósito existencial.

Qualquer papel que esteja sendo desempenhado agora e que represente o sagrado feminino existente em cada mulher – seja ligado à cura, à saúde, ao cuidado com o outro, às crianças, à sabedoria e ao conhecimento, seja ao auxílio para o despertar do masculino sagrado que nos circunda – terá por objetivo a disseminação das sementes de amor através do cargo que nos é dado em multidimensões: sermos Guardiãs da Vida, Geradoras e Mantenedoras dessas sementes em prol das futuras gerações.

Você faz parte desse chamado, não importa o estágio evolutivo onde se encontre ou as escolhas e transformações que ainda necessitarão da sua energia, reconhecimento e atenção. Siga o caminho do seu coração, aquilo que faz você vibrar além dos desejos efêmeros: este é o chamado, o convite para você começar a reconstruir e voltar para seu Templo Interior!

Alta Sacerdotisa_floresta

Os templos do passado precisam deixar de existir em nosso campo mental, emocional e espiritual. Precisam ser desfeitos, esquecidos, levados pelos ventos e pelas águas, liberados no tempo e no espaço. Suas pedras e memórias precisam ser transformadas nos ossos da Terra para que sejam unificadas aos ciclos sagrados da Mãe Natureza e à Consciência Geradora da Vida Planetária.

O fim dos templos do passado nos ensina sobre o fim dos sacrifícios, das oferendas e dos rituais feitos em nome de deusas e deuses; o fim à dependência de algo ou alguém para atingir uma ilusória felicidade e prosperidade – ilusória porque a prosperidade real reside no fluxo natural e abundante do universo, que é constante e nos chega sem sacrifício, com amor, gratidão e leveza, sem que precisemos ferir ou prejudicar o outro visando a conquista de interesses pessoais.

Os templos do passado existiram para nos lembrarmos de que a “Deusa”, a Grande Mãe, a Consciência e a Essência do Feminino Sagrado está em nós, sempre esteve. Apenas fomos programadas para renegá-las. Eles existiram para relembrarmos esta unificação através dos círculos sagrados do feminino.

E esta integração é evolução quando conseguimos atingir a mestria no plano da matéria – sermos os mestres de nós mesmos em ação – através da reconstrução do nosso Templo Interior. Esta ação não está distante nem tão pouco é privilégio dos Nirmanakayas pois, através das nossas escolhas no agora, poderemos conquistá-la ainda nesta existência.

Sermos mestres de nós mesmos não significa sermos perfeitos, mas sim responsáveis por todas as partes, todos os aspectos, todas as consciências multidimensionais que dizem respeito a nós. Este é o desafio: reconhecermos, resgatarmos, transformarmos, curarmos e transcendermos as experiências dessas partes, sejam elas luzes ou trevas.

Voltemos para este Templo Interior. Fiquemos por lá o tempo que for necessário, na companhia do silêncio da mente, da quietude das águas de nossas emoções, na paz que reside em nosso centro. Deixemos o coração nos ensinar o seu som sagrado e a sua linguagem. Reconectemos com a chama do amor essencial, do sagrado espaço multidimensional do nosso coração: ela está lá, esperando para ser “redescoberta”, para renascer e ser ativada por nós!

Abdiquemos dos templos de outrora, os templos de deusas e deuses, para que possamos nos tornar o Amor em ação! Seja este amor em tudo que fizer, em tudo que sentir, pensar, tocar, cantar, criar, dançar! Seja a luz da alma e a linguagem do coração; Seja o templo incorruptível e a chama sagrada.

Seja a água da geração e o fogo da criação; Seja o ar da Vida e a terra da comunhão; Seja a morte e o renascimento; Seja tudo o que Você veio Ser! Assim como somos uma centelha de Deus, também somos uma centelha divina da Deusa.”

©YEHUÁ e Ordem das Sacerdotisas do Amor e do Fogo Sagrado

Anúncios