AJUDAR?

“Ajudar?

Quando?

Em qual circunstância? Por quê?

Com qual sentimento? Amor, responsabilidade, compromisso, culpa?

Qual desses sentimentos é responsável por dirigir a ação de ajudar?

Ou eles são a chave para você perceber que a ajuda

pode ser a linguagem subconsciente da necessidade de ajudar a si?

A ação que gera a necessidade de ajudar o outro,

sem o seu pedido ou consentimento real, não é de fato uma ajuda.

Podemos trazer para nós a responsabilidade que é do outro

e impedi-lo, assim, de aprender uma lição necessária no seu processo evolutivo.

Então, ajudar ajuda?

Se ajudar envolve ajudar a si, ajuda.

Modificando a visão incutida perante a ação do sacrifício,

quem sabe, ajudar-se ajudando seja uma premissa?

Ajudar-se silenciando; Ajudar-se transformando;

Ajudar-se morrendo e integrando suas partes,

recomeçando e renascendo.

A necessidade reside em ajudar-se primeiro

para poder estar apto a ajudar o outro amando!

Ajudar a si, ajudar-se a amar a si é o primeiro passo

para ajudar o outro amando a si e,

por conseguinte, amar o outro.

Antes da escolha de ajudar,

precisamos de um propósito claro na jornada.

É ele que rege, direciona e norteia nossas ações

para que possamos ordenar nossas escolhas.

Ajudar é mais do que apenas uma simples ação,

porque envolve coragem para começar,

força para continuar, persistência para permanecer

e profundo amor e paz interior para multiplicar!

Ajude a si, ame-se profundamente:

seu Eu Luz e seu Eu Sombra,

reconhecendo seus erros e imperfeições, evoluindo-os.

Integre todos os seus Eu’s e torne-se inteiro,

assim como uma esfera que não conhece início, meio e fim,

para estar apto a ajudar o outro inteiramente, no aqui e no agora!”

©YEHUÁ

 

Anúncios

Sobre Wohali Terapias

Educação Terapêutica Integrada

Publicado em 23 de março de 2017, em Mensagens YEHUÁ. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: