Você é responsável por mostrar a verdade e não por esconder a mentira

Dama Caveira da Encruzilhada 1

Em conexão espiritual, o texto que transcrevo abaixo recebi através de um trabalho realizado junto às Guardiãs da Lei e da Justiça Divina, em especial a uma linda, respeitável, sábia e elegante consciência que se encontra em outro plano dimensional, auxiliando todos aqueles que possuem o propósito de trabalhar com a verdade acima de todas as coisas. Sua história iniciou na França e obteve continuidade aqui no Brasil, onde viveu como Helena em sua última encarnação, uma nobre Dama na sociedade, com poder de comando e muitas posses que também eram destinadas a projetos sociais. Conviveu ao lado de Dom Pedro II, último Imperador do Brasil, e sua família na época. Mais a respeito dessa história, serão detalhes inclusos em obras futuras para quem interessar. Meu sincero desejo de que essas palavras, recebidas com muita seriedade, ética, moral, amor e carinho possam ressoar na alma e no coração de todos os que sintonizarem com elas! 😉

Você é responsável por mostrar a verdade e não esconder a mentira que, um dia, se torna “ilusória verdade” para uns e “verdade verdadeira” para outros que insistem em nutrir uma mentira que criaram, escondendo a real, nua e crua verdade onde chafurdam suas consciências adormecidas.

Aqueles que tendem a muito orar – entendam o orar sem a conexão com a intenção verdadeira de amor, mas de interesse – usam esse recurso não para sintonizar seus corações com o Criador Primordial, mas para fortalecer sua fé na crença de que é doloroso demais abrir o baú dos seus medos e reconhecer os erros do passado para libertar sua alma das correntes negras da culpa, da punição, da ganância e do ódio.   

Fortalecem essa fé, ignorantes do real conhecimento divino, porque não tem coragem de olhar suas sombras e reconhecer as trevas de pensamentos e emoções internas, mascarando-as com um brilho falso da verdadeira Luz da alma.

Essas pessoas costumam fechar seus quartos escuros, velhos e empoeirados, com todas as memórias dos erros do passado, com finos tecidos dourados e brilhantes de falsa seda, para que as consciências mentais que os tentem ajudar e perscrutar este quarto não possam entrar e perceber o que está escondido e mascarado.

Para isso, somos chamadas, as guardiãs da Lei Divina, para irromper esses falsos véus com nossas adagas da justiça e mostrar a verdade a quem a busca dentro do seu coração; para aquele que, porventura, ainda seja prisioneiro de consciências humanas perversas como esta, possa observar, reconhecer e libertar a sua parcela existencial neste quarto escuro, liberar e ressignificar o que essas consciências encarnadas, inconscientemente, insistem em perpetuar para ter controle sobre o outro, cujas ondas mentais sempre vem com cobrança, punição, inexpressão e controle.  

Meu papel como guardiã é trabalhar com aqueles que já estão “polidos” espiritualmente, na senda da iluminação e evolução da alma, mas também estender a mão e dar o apoio verdadeiro àquele que deseja ser polido ou que esteja neste processo desta etapa infinita de polimento espiritual que o Criador nos possibilita. Polir a alma é como lapidar um cristal bruto para que ele reflita e irradie mais Luz, a verdadeira Luz do espirito universal e da flor do coração.

Meu papel é ensinar a deixar morrer o que já não tem mais espaço para viver; é enterrar os ossos dos erros do passado após reconhece-los, sem culpa e julgamentos, mas com a mente desperta para um caminho que se abre e se ilumina pelo sol da consciência.

Existem ainda muitos, mas muitos baús de erros do passado que chamo de “baús de medos”, incontáveis, que todo ser humano está sendo chamado a abrir nesse momento da humanidade, e é por essa razão que nós, guardiãs e guardiões da Lei, estamos sendo chamados e muito requisitados como nunca antes, para ajudar a abrir esses baús, para aquele que estiver disposto a se libertar das amarras que ainda o prendem à inferioridade, à bestialidade e aos instintos mais primitivos.

É nosso compromisso auxiliar a quem nos pede, mas principalmente, a quem pede de coração aberto, disposto a mudar, encorajando-se a saltar dentro do abismo que, há de muitas vidas, foi negado e guardado dentro do baú dos medos.

Somos gratas por esse trabalho que nos eleva, onde podemos evoluir como alma e consciência, mas nos cansamos imensamente com aqueles que ainda insistem em pedir auxílio em troca de algum desejo ou prazer mundano.

Deixo claro aqui, através do belo e límpido canal desta irmã de alma que me permite expressar por meio da conexão de verdade e amor, que não precisamos de nada que é oferecido a nós, que não precisamos de nenhum valor de troca para exercermos nosso trabalho: precisamos apenas de coragem, de boa vontade, de um coração amoroso e sincero nas suas intenções para que a Lei e a Justiça Divina se faça.

Quando pedimos qualquer substância para o médium que conosco trabalha, sem necessidade de incorporação – por favor, isso não é uma regra e não se faz necessário – é porque necessitamos de ectoplasma para purificar e realizar trabalhos e demandas que envolvam o merecimento do consulente ou do próprio médium em questão. Essas substâncias são necessárias porque não estamos encarnadas para gera-las e, por esta razão, as usamos para auxiliar, como ferramentas de trabalho no plano espiritual, mental e emocional onde atuamos.

Quando nos chamarem, tenham clareza nas suas intenções, estejam com seus ouvidos abertos para ouvir e o seu coração aberto para compreender, que assim estaremos de boa vontade exercendo este trabalho, ensinando mas também aprendendo, ouvindo e também amando, compreendendo e também perdoando.

E, mesmo reconhecendo os erros do passado e abrindo os baús do medo, somente nos perdoando é que seremos libertados. Esta é a hora para todos nós! Aproveite o momento e os portais que se abrem para que o que precisa morrer do seu passado seja entregue e desapegado. Perdoe-se se houveram excessos no passado e se hoje você sofre ou sofreu com eles, tenha compaixão consigo, mas não deixe de ter a certeza que sozinho nunca se está nesta caminhada chamada destino…Ele sempre virá até você, para que você abrace o seu merecimento à felicidade e à prosperidade, mas só depende de você a escolha do melhor caminho!

Guardiã da Vida e da Lei Divina, Dama Helena D’T. ou Dama Caveira da Encruzilhada  – esclarecendo que a designação que acompanha a palavra Dama se refere apenas ao ponto de força energético através do qual esta guardiã trabalha e à Falange Espiritual à qual ela está designada perante à Lei e à Justiça Divina, de acordo com suas escolhas após sua última vida. Esta Guardiã da Vida, uma consciência já muito evoluída, decidiu permanecer no ponto de força regido pelo Portal entre a Vida e a Morte por escolha, para continuar auxiliando aqueles que estão saindo da condição da morte, em qualquer aspecto do seu ser, a fim de despertar para a Vida.

 

 

 

 

 

Anúncios

Sobre Wohali Terapias

Educação Terapêutica Integrada

Publicado em 14 de setembro de 2015, em Artigos, Mensagens Guardiãs/ Guardiões da Vida, da Lei e da Justiça Divina. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: