Artigos, Xamanismo

Lua Cheia em Peixes, Lua dos Xamãs: momento propício para levantar os véus da ilusão e realizar curas profundas da alma

Lua Cheia em Peixes 1

Para quem esteve mais sensibilizado e introspectivo nesses dias, se permitindo desfrutar de momentos de cura e silêncio até o plenilúnio da dourada Lua que nasce linda e Cheia no céu hoje, ou mesmo sendo intuído e guiado para conexões espirituais junto à Luz da sua consciência e da sua sabedoria ancestral, purificando e liberando padrões, traumas, relacionamentos antigos e programações dissonantes do passado, nada foi por acaso! Muitas vezes, esse fluxo de energia magnética que nos conecta com o Todo, que nos leva a sintonizar com aspectos necessários do nosso Self, já programados para serem transformados e evoluídos, tendem a acontecer em períodos como esse, de forma que essas respostas e insights possam ocorrer também através de sonhos, meditações, livros, filmes edificantes ou qualquer outro meio de comunicação que nos conecte com o Grande Espírito e nossa Luz interior. Portanto e, por esta razão, esta é chamada a Lua Cheia em Peixes, Lua dos Xamãs, Lua dos sonhos, do oceano e da transcendência.

A Lua Cheia sob a vibração do signo de Peixes abre um portal especial para acesso a outras dimensões, onde essa energia forte proporciona uma alteração do nosso estado ordinário de consciência. A energia onírica de Peixes dá fluidez às energias que nos conectam a mundos invisíveis, a outras dimensões e reinos. Essa Lua nos chama para nos conectarmos com as partes mais profundas de nossa alma, com a percepção sensível do sutil, lembrando que há vida para além do que nossos olhos físicos veem.

É um momento oportuno para iniciar processos de cura de todos os males que advém da ilusão da separação, da aparência – amplamente incentivada pela nossa cultura – da existência independente e autônoma, da individuação do que é observável e classificável pela natureza racionalizadora e cientificista da mente opressora. Momento propício para discernir pelo SENTIR e não somente pela razão!

A lua cheia traz a possibilidade de abrir as portas de nossa percepção e o desafio de trazer para a consciência nossos sonhos, visões e insights. Vale procurar estar sempre conectado com o nosso observador interno. Recomenda-se ficar atento aos processos internos nos dias que antecedem, durante e logo após o ápice da lua cheia, pois esse é um período potencialmente transformador: um momento oportuno para observar e agir diante do que ainda precisamos libertar e transformar para que possamos explorar a beleza da vida!

A conjunção desta Lua com Netuno em Peixes intensifica o Chamado para que notemos aquilo que está além do visível, embaixo da superfície, e para acessarmos a mágica experiência do contato direto entre nosso self e o todo, entre o real (e factível), e o sonho e a imaginação. Os trabalhos com energias sutis tendem a estarem potencializados. A Egrégora dessa lua cheia afasta os véus da ilusão, nos permitindo acessar aspectos que normalmente estão ocultos em nosso ser, em qualquer nível.

Há um fluxo real de transformação acontecendo em nosso planeta, em nosso momento atual, e essas conjunções, quando acontecem, abrem ainda mais os portais para esse movimento coletivo de despertar da nova consciência. Somos convidados a nos abrir conscientemente para esses aspectos mais sutis da existência e acessar a percepção daquilo que está escondido atrás do Ego, ampliando nossa conexão com as energias espirituais e quânticas, antes imperceptíveis.

Unido a este alinhamento, temos Sol e Júpiter em Virgem, que ajudam a aterrar e a trazer todas as energias místicas e espirituais para o plano da matéria, para o aqui e agora, aperfeiçoando os aprendizados e abrindo os portais para a consolidação do mundo que queremos. Essa iluminada conjunção traz revelações, novas perspectivas e compreensões que podem nos libertar de padrões antigos, destrutivos ou limitantes, possibilitando assim a criação de uma nova realidade.

A realidade sustentada na unidade, na aceitação, no agradecimento, no amor e compaixão, ancorada no estar a serviço de um bem maior, de servir a Mãe Terra e aos nossos irmãos e irmãs, todos juntos, em um novo mundo consciencial e criativo é a intenção a ser nutrida neste momentum sagrado, uma oportunidade para mergulhar nas profundezas do mar de nosso Ser.

Lua Cheia em Satabhisha – Astrologia Védica

De acordo com Kari Field, astróloga védica, esse ciclo lunar atingirá seu ápice nas estrelas de Satabhisha, cuja tradução literal é “100 curadores” e está na área da Constelação de Aquário no céu. As águas purificadoras de aquário derramam-se por entre as estrelas, no oceano cósmico da noite conhecido como Via Láctea. Essas águas misteriosas criam um tipo de portal através do qual um poder de cura primordial descerá de maneira única nesse ano. A energia de luz durante sua influencia é uma medicina altamente eficaz.

Realizações poderosas e transformadoras podem abrir novos caminhos em nossos corações. Esse é um momento especial para curar feridas e traumas passados. Trazendo consciência para a sensação de completude ao ser acolhido e protegido embaixo da luz dessa Lua Cheia em Peixes.

Satabhisha ancora o poder do deus védico ancestral dos mistérios das profundezas do oceano: Varuna. Conta-se que o corpo de Varuna está representado no céu escuro da noite e as estrelas são seus olhos que tudo vêem. Satabhisha é chamada de veiling star (estrela-véu) por causa de sua poderosa habilidade de desvelar os véus e mistérios da consciência.

Fonte complementar: http://www.adishakti.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s