Receitas Veganas: substituindo o leite animal!

Tendo em vista meu trabalho com a alimentação desintoxicante e as solicitações de pacientes, amigos, alunos e irmãos de jornada, decidi escrever esse Post para aqueles que tem intolerância ao leite animal e seus derivados, seja ela pequena, média ou alta, principalmente,  para os bebês e crianças que já vem com esse diagnóstico desde cedo. Essas dicas também servem para aqueles que desejam mais qualidade de vida, saúde e energia no seu dia-a-dia, ou mesmo para aqueles que desejam complementar suas refeições com uma alimentação mais saudável e nutritiva, fugindo dos alimentos industrializados, pasteurizados e processados, processos estes que acabam excluindo todos os nutrientes, vitaminas e minerais. Então, ficam as dicas, fáceis e práticas de fazer! Uso e recomendo! Bom apetite! 😉

* LEITE DE AMÊNDOAS OU CASTANHAS:  Reserve 1 xícara cheia de amêndoas in natura e 4 xícaras de água mineral ou água de coco. De um dia para o outro, deixe as amêndoas de molho em um recipiente com água filtrada ou mineral e cubra com um pano ou guardanapo. O ideal é deixá-las, pelo menos, 8 horas de molho. A quantidade de água deve ser o suficiente para cobri-las. Escorra a água e coloque as amêndoas no liquidificador. Adicione as 4 xícaras de água mineral ou a água de coco e bata bem. A água de coco deixa o leite mais doce; se preferir, ao invés do sabor adocicado da água de coco, pode adoçar com açúcar mascavo. As duas formas ficam ótimas! Após, com uma peneira e um pano fino e limpo, coe o leite. Se você tiver uma peneira mais fina, pode usá-la sem o pano. Deixe o líquido escorrendo e, no fim, tire o pano e esprema o restante. Está pronto o leite de amêndoas! Deve ser conservado em geladeira.

leite de amêndoas

Não jogue fora as sobras das amêndoas/castanhas, pois elas podem ser utilizadas em várias receitas. Se quiser, você ainda pode transformar as sobras em farinha, da seguinte forma: espalhe o restante das amêndoas trituradas em uma forma e leve ao forno em fogo baixo até elas secarem e virarem farinha. Vá mexendo de tempos em tempos para que não queimem. Essa farinha pode ser utilizada em pães, bolos, biscoitos, cremes, frutas, etc…Use a sua criatividade!

farinha-de-amendoa

PASTINHA DE GRÃO DE BICO: Deixar 1 xíc. de grão de bico de molho, sem cozinhar, por 48horas; trocar a água a cada dia. Após esse período, cozinhar em fogo baixo por 15 a 20 minutos. Após cozido, escorrer a água. Colocar no liquidificador com sal marinho à gosto e água mineral. Ir colocando a quantidade de água gradativamente, até que fique numa consistência firme e pastosa, mexendo com o auxílio de uma colher de pau para que todos os grãos sejam triturados. Acrescentar azeite de oliva e ervas finas à gosto, misturando bem. Você também pode incluir outros ingredientes após liquidificar: tomate seco, manjericão fresco, salsinha fresca, picles, cenoura picada ou ralada, etc…Fica delicioso para passar no pão ou utilizar em canapés e torradinhas integrais. Após, guardar em geladeira. Tem validade em torno de 5 dias.

pastinha grão de bico

* PASTINHA DE TOFU: Encontramos as pastinhas de tofu em lojas de produtos naturais com diferentes sabores, mas geralmente são caras e vem em pequena quantidade. Então, você pode optar pelo tofu orgânico ou convencional, encontrado em supermercados e lojas de produtos naturais. Coloque o tofu em pedaços no liquidificador, acrescentando água gradativamente, para ficar numa consistência cremosa. Inclua sal marinho à gosto e ervas finas, orégano, azeite de oliva, e todas as variações sugeridas acima, podendo ser utilizado da mesma forma que a pastinha de grão de bico.

Patê com tofu e cebolinha é perfeito para acompanhar pães e torradas

* MANTEIGA VEGANA: Utilize um pote plástico ou de vidro, de mais ou menos 200 a 250ml. Coloque azeite de oliva extra virgem e misture a ele óleo de coco extra virgem, podendo ser o coco convencional, com sabor levemente adocicado. Para misturar bem, deixe o óleo de coco em banho-maria, para ficar líquido, pois tende a endurecer mesmo fora da geladeira. Misture bem os dois óleos, acrescente sal marinho à gosto e coloque na geladeira. Ele ficará numa consistência firme e serve como manteiga para usar em pães, bolachas, torradinhas e outras ideias que você tiver. O sabor fica delicioso, muito melhor do que qualquer manteiga animal, que hoje deixou de ser manteiga, mas um tipo de creme de leite sem muito sabor.

manteiga-de-azeite

* PASTINHA DOCE VEGANA: Utilize um pote plástico ou de vidro, também com mais ou menos 200 a 250ml. Você pode utilizar o óleo de coco extra virgem, convencional (encontrado em supermercados), ou o óleo de coco palmiste extra virgem (encontrado em lojas especializadas). Este segundo, não tem o gosto adocicado do primeiro, para quem preferir, mas a receita pode ser feita com qualquer um. Misture uma quantidade relativa à metade do pote reservado de óleo de coco (pode manter a consistência natural) e acrescente a mesma quantidade de mel. Misture bem, até ter uma consistência pastosa. Após, acrescente 1 colh (sopa) ou mais de gergelim torrado ou castanha de caju picada. Fica divina essa combinação!


gergelim tigelaoleo_de_coco_extra_virgem_250ml_copra_1748_1_20130418150453pote-de-mel

 

* TOFU DEFUMADO: No caso do tofu defumado, você encontra em lojas de produtos naturais e orgânicos num valor muito acessível, em torno de R$ 5,00 a R$ 7,00, na quantidade de 150g a 250g, sendo que deve ser usado em pequena quantidade porque o sabor é forte, portanto, vale à pena comprar! Mas, quem deseja fazer em casa, segue a forma de preparo. Após defumado, fica com um sabor muito semelhante ao bacon, podendo ser usado em saladas, sopas, feijão ou feijoadas, pastinhas, molhos, arroz, entre outros. Esta forma de fazer o tofu é artesanal, diferente do líquido defumado que é artificial e é vendido para dar sabor ao tofu.

Para defumar o tofu de forma artesanal, teremos de construir um defumador caseiro. Para isso comece por colocar lascas ou serragem de madeira em água, de forma a umedecê-las, e em seguida distribua-as, sem a água, pela assadeira. Cubra a assadeira com papel de alumínio e faça pequenos furos no papel. Coloque a grelha por cima e nela o tofu. Pegue novamente o papel de alumínio e coloque-o por cima do tofu. No entanto, tenha o cuidado de criar algum espaço entre o papel e o tofu e de fechar bem as beiradas da travessa. O seu defumador está pronto, falta fazer com que ele realmente defume o tofu. Para isso, coloque o defumador sobre o fogão em fogo médio e, logo, as lascas começarão a produzir fumaça. O tempo de defumação varia de acordo com o tipo de madeira utilizada, por isso o melhor será observar o tofu de vez em quando, e quando ele estiver com aspeto acastanhado, é porque está pronto!

tofu defumado

 

 

 

Anúncios

Sobre Wohali Terapias

Educação Terapêutica Integrada

Publicado em 10 de junho de 2014, em Orgânicos: Produtos e Alimentação. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: